Resíduos perigosos

A ficha temática “Resíduos perigosos” afere a quantidade de resíduos perigosos produzidos e recolhidos em Portugal, assim como a proporção destes que têm como destino uma operação de valorização ou uma operação de eliminação. Esta ficha afere ainda a quantidade relativa de resíduos perigosos encaminhados para as diferentes operações de valorização e eliminação.

Descrição: 

Os resíduos perigosos (RP) são todos os resíduos que apresentam pelo menos uma das características de perigosidade elencadas no Regulamento UE n.º 1357/2014, nomeadamente, explosividade, comburência, inflamabilidade, ecotoxicidade, mutagenicidade, toxicidade, entre outras.

A produção de resíduos perigosos ocorre sobretudo no sector industrial, mas também no sector da saúde, na agricultura, no comércio, nos serviços e até no sector doméstico. A perigosidade associada a estes resíduos, quer para a saúde humana quer para o ambiente, exige uma atenção mais cuidada no que diz respeito à sua gestão, por forma a evitar/reduzir ocorrência de efeitos nefastos.

Numa lógica preventiva, importa limitar a produção de resíduos, diminuindo as operações necessárias à sua gestão, que originam elas próprias impactes ambientais (ex. transporte e operações de valorização e eliminação).

De acordo com a hierarquia dos resíduos, as operações de eliminação deverão ser evitadas, sempre que as alternativas sejam económica e ambientalmente viáveis. As operações de eliminação devem ser consideradas operações de fim de linha, uma vez que não promovem a economia circular, e que implicam geralmente maiores impactes ambientais. Face aos atuais padrões de produção e gestão de resíduos em Portugal, a política de resíduos deverá considerar a redução da quantidade de resíduos eliminados como um desígnio a alcançar.

Esta ficha temática diz respeito a Portugal e será atualizada anualmente.
 

Objetivos e Metas: 
  • Prevenir a produção de resíduos, em particular dos resíduos perigosos, através da sua redução na fonte, diminuindo assim a quantidade a tratar;
  • Reduzir a a perigosidade dos resíduos;
  • Reduzir a quantidade de resíduos eliminados.
Análise da evolução:
Última atualização: 
Sábado, 23 Dezembro, 2017